Esporte Futebol Mineiro

29/05/2017 | domtotal.com

Rafael Marques exalta vitória na Vila e diz estar à vontade como 'falso 9'

Para o jogador, a principal virtude da Raposa para triunfar foi jogar de igual para igual.

Rafael Marques fez a primeira partida como titular no Cruzeiro.
Rafael Marques fez a primeira partida como titular no Cruzeiro. (Djalma Vassão/ Gazeta Press)

Inevitavelmente, vencer o Santos na Vila Belmiro é um resultado a se valorizar, afinal o Peixe é muito forte jogando em seus domínios – no Campeonato Brasileiro do ano passado, foi o segundo melhor mandante, atrás apenas do Atlético-PR. O atacante do Cruzeiro Rafael Marques, que estava no rival Palmeiras até pouco tempo, ressaltou a conquista dos três pontos neste domingo.

“Tem que valorizar demais [a vitória]. Eu particularmente sei como é complicado jogar com o Santos aqui na Vila, tem qualidade, tem jogadores rápidos. Mas nossa equipe se comportou muito bem, principalmente no primeiro tempo. Fomos inteligentes no segundo e de duas chances o Thiago fez uma”, disse.

Para o jogador, a principal virtude da Raposa para triunfar foi jogar de igual para igual, e não ficar esperando as ofensivas do Peixe para sair no contra-ataque. Segundo ele, a equipe celeste foi superior no primeiro tempo inclusive: “Em momento algum a gente foi jogar no contra-ataque. No primeiro tempo tivemos até mais posse de bola, propomos o jogo. No segundo o técnico deles corrigiu, eles voltaram melhor, mas a gente foi inteligente e conseguimos a vitória. Taticamente o time estava perfeito”, assegurou.

Atuando pela primeira vez como titular da equipe de Mano Menezes, o atacante se mostrou à vontade para desempenhar a função de “falso 9” – enquanto estava no Palmeiras, Rafael Marques relutava para atuar desta maneira.

“Na verdade, joguei de falso 9. Desde que eu treine durante a semana, não tenho nenhum problema em jogar. E depois, quando o Ábila entrou, consegui jogar mais aberto, também faço esta posição”, afirmou. Em seguida, completou: “Não creio [que melhorei com a entrada de Ábila]. Eu me senti bem no primeiro tempo, tive duas chances. Óbvio que a entrada do Ábila, um jogador mais descansado, vendo o jogo de fora, melhora. Mas nas duas posições me senti bem”, garantiu.

Dedé aparentemente não preocupa

Substituído no intervalo da partida deste domingo, queixando-se de dores, Dedé já trouxe apreensão aos torcedores celestes – muito pelo histórico recente. Apesar de ter que deixar o gramado após os 45 minutos iniciais, o zagueiro garantiu não ser nada grave, além de exaltar a qualidade do elenco.

“Está tranquilo, só desgaste mesmo. Eu falei para o professor: ‘Melhor dar uma segurada porque quem tem lesão no joelho acaba forçando mais uma perna’. Aí eu preferi sair para evitar uma lesão, e temos jogador com muita qualidade para entrar e fazer a reposição. A gente já estava ciente que podia acontecer este desgaste, joguei muitos jogos. Vamos ver no decorrer da semana, mas acho que no próximo jogo estou dentro”, relevou.


Gazeta Esportiva



Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.
EMGE

*O DomTotal é mantido pela Escola de Engenharia de Minas Gerais (EMGE). Engenharia Civil conceito máximo no MEC.
Saiba mais!