Religião

30/05/2017 | domtotal.com

Comunismo chinês teme Nossa Senhora de Fátima, afirma Cardeal Zen

O Cardeal Zen negou que a ideologia do comunismo seja a prioridade real das autoridades. "Tudo se trata do poder", afirmou.

O Cardeal Joseph Zen, Bispo emérito de Hong Kong, concedeu uma entrevista à Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre no Santuário Mariano de Kevelaer, Alemanha. O purpurado falou da atitude das autoridades chinesas diante da Igreja e comentou sobre a devoção mariana no país. Como ponto notável das declarações, o Cardeal afirmou que existe temor por parte do regime comunista à invocação de Nossa Senhora de Fátima e a extensão de sua devoção entre os católicos.

O Cardeal Zen negou que a ideologia do comunismo seja a prioridade real das autoridades. "Tudo se trata do poder", afirmou. "A absoluta obediência à dirigência do estado é a única coisa que conta". O ingresso de novas riquezas tem gerado uma forte corrupção e não existe uma autêntica consideração pelos direitos humanos, o qual afeta diretamente a Igreja. "Na minha opinião, a liderança do estado não aceitará outra coisa que não seja a subjugação da Igreja à liderança do partido", denunciou. "Bispos da Igreja subterrânea, por exemplo, foram obrigados à ir a cursos de treinamento político na Semana Santa e portanto não puderam celebrar a Liturgia com os fiéis".

Sobre o que poderia ser o futuro do cristianismo na China em meio de um panorama desalentador, o purpurado declarou que está mais relacionado com o testemunho dos fiéis que com as manobras diplomáticas. "Tudo depende de se conseguimos viver nossa Fé autenticamente sem ter muitas concessões", explicou. "Um dia cairá o comunismo e então os católicos deveriam estar entre os primeiros para construir uma nova China. No entanto, isto só funciona se os católicos não arruinarem sua credibilidade de antemão fazendo atribuições preguiçosas com a liderança comunista".

Questionado sobre a relevância atual da Mensagem de Fátima, o Cardeal Zen declarou que a China conhece sua importância. "Todos nós temos escutado as mensagens de Fátima, inclusive os comunistas! Isto os faz muito ansiosos. Os comunistas de fato tem medo de Nossa Senhora de Fátima!", expressou. "Os comunistas não tem nada contra que você traga fotografias de Maria Imaculada ou representações da milagrosa imagem de Maria Auxílio dos Cristãos do estrangeiro. Imagens de Nossa Senhora de Fátima por outro lado não são aceitas", relatou. "As autoridades consideram os eventos de Fátima como 'anticomunistas'. O que não é outra coisa senão a verdade!".


Gaudium Press

TAGS




Comentários
Newsletter

Você quer receber notícias do domtotal em seu e-mail ou WhatsApp?

* Escolha qual editoria você deseja receber newsletter.

DomTotal é mantido pela EMGE - Escola de Engenharia e Dom Helder - Escola de Direito.

Engenharia Cívil, Ciência da Computação, Direito (Graduação, Mestrado e Doutorado).

Saiba mais!



Outras Notícias

Não há outras notícias com as tags relacionadas.